O Sinsep reuniu-se na tarde de 23 de fevereiro com alguns vereadores de Schroeder, com o objetivo de pedir o apoio da Câmara para a Campanha Salarial dos servidores, cuja data-base é em 1º de abril. O ex-prefeito Osvaldo Jurck não concedeu reajuste salarial no ano passado por conta da pandemia do novo coronavírus e a expectativa do Sindicato é de que, a exemplo de Jaraguá do Sul, os servidores tenham a recomposição salarial pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) dos dois últimos períodos – em 2021 ainda restam as apurações dos meses de fevereiro e março. Já está agendada rodada de negociação com o prefeito Felipe Voigt para as 8 horas do dia 9 de março, em seu gabinete.

O presidente do Sinsep, Luiz Cezar Schorner, lembrou aos vereadores presentes que o envio do Projeto de Lei com o reajuste salarial para a categoria é uma prerrogativa do prefeito, mas é na Câmara que ele é votado e aprovado. “Vocês têm o poder político e o voto, enquanto representantes da comunidade, por isso pedimos o apoio para que valorizem os servidores junto ao prefeito”, disse Luiz, ressaltando que, apesar da pandemia, em 2020 não houve problemas com a arrecadação do município. O presidente do Sinsep comentou sobre a Lei 173/2020, que congelou progressões na carreira dos servidores, mas argumentou que, em relação aos salários, em seu artigo 8º, permite a recuperação do poder aquisitivo pelo IPCA: “Portanto, há possibilidade legal e financeira para tal”.

Os vereadores prometeram intermediar a negociação em favor dos servidores. Além do presidente Luiz Cezar Schorner, participaram da audiência, pelo Sinsep, a diretora Luciana Oppa e a assessora jurídica, advogada Jessica Herhardt.