Falta de condições de trabalho na Estação de Tratamento de Efluentes, no bairro Água Verde,
foram denunciadas por servidores e pelo vereador Jeferson Cardoso

Diretores do Sinsep visitaram a Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) do Samae, no bairro Água Verde, na manhã de hoje (4) para verificar in loco o conjunto de denúncias feitas por servidores do órgão ao Sindicato. As denúncias foram tornadas públicas pelo vereador Jeferson Cardoso, em sessão da Câmara, onde apresentou, com levantamento fotográfico, a falta de condições de trabalho e presença de fios elétricos desencapados, entre outros problemas, aos quais os servidores da ETE estariam expostos nos locais de trabalho. O vereador comunicou os problemas ao Sinsep, através de ofício, protocolado no dia 1º de março. Imediatamente, ao tomar conhecimento do teor das denúncias, o Sinsep solicitou reunião com o Samae e foi até a Administração do Samae, no mesmo dia.

No dia seguinte, o Sindicato recebeu ofício do Samae, em que o órgão afirma que as denúncias estão “fora de contexto, já que a ETE está em obras de reforma e ampliação”, e que “a maioria dos locais fotografados já se encontram em desuso, desativados e/ou obsoletos”. Ainda, no dia 2 de março, o Sinsep formalizou pedido para visitar as instalações da ETE Água Verde para constatar os argumentos do Samae, verificando que os problemas denunciados pelo vereador haviam sido solucionados. “Ao perceberem qualquer ocorrência sobre falta de condições de trabalho, os servidores devem procurar o Sindicato para tentarmos solucionar o problema de forma administrativa”, pede o presidente do Sinsep, Luiz Cezar Schorner.