O Sinsep protocolou hoje, na Câmara de Vereadores, ofício em que solicita o apoio para a Campanha Salarial de 2020 dos servidores públicos municipais de Jaraguá do Sul. No documento, o Sindicato pede uma audiência com o presidente Marcelindo Carlos Gruner e deixa claro que o resultado positivo das negociações com a administração depende muito dos vereadores.

Conforme decisão da Assembleia da categoria, realizada às 18 horas do dia 6 de novembro, no auditório Zé da Galera, no Sinsep, a pauta de reivindicações inclui a reposição integral das perdas salariais acumuladas desde 2016 até abril de 2019, de 13,55%; reajuste salarial de 3%, referentes à inflação estimada entre maio de 2019 a abril de 2020; pagamento do Auxílio Alimentação para todos os servidores, no valor mensal de R$ 462,00, e que as horas extras trabalhadas não sejam computadas para pagamento, ou não, do benefício; e que o Concurso Público previsto para esse ano abra vagas suficientes para suprir a demanda de sobrecarga nos locais de trabalho.

O ofício destaca que a realidade financeira do município permite que a administração atenda aos anseios da categoria: todas as receitas da Prefeitura aumentaram, como ICMS (R$ 78,86 milhões), ISS (R$ 20,72 milhões), IPTU (R$ 36,24 milhões), IPVA (R$ 12,96 milhões), o FPM (R$ 34,55 milhões) e o Fundeb (R$ 49,56 milhões). Em contrapartida, as despesas com pessoal só diminuíram, passando de R$ 134,37 milhões em 2016, para R$ 121,73 em 2019, uma redução de 7,99%. Já o comprometimento da Folha de Pagamentos com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) reduziu de 46,39% no primeiro quadrimestre de 2017, para 38,27% em 2019 (o limite prudencial é de 51,4%).