A proposta de 2,07% de reajuste salarial feita pelo prefeito Antídio Lunelli aos servidores municipais de Jaraguá do Sul é “insuficiente”. Ainda durante este ano, a categoria quer a reposição integral das perdas salariais, que chegam a 7,36% no atual governo (já descontados os 2,07% oferecidos pela administração), além do resgate, para toda a categoria, dos valores do vale refeição retirados no ano passado. As decisões foram aprovadas por unanimidade durante Assembleia Geral realizada na noite do dia 27 de março, no STIVestuário. Como formas de mobilização, está mantido o “estado de greve” e a realização de um abaixo-assinado junto aos servidores e para pedir o apoio da comunidade às reivindicações. A Assembleia contou com as presenças da presidente da CUT/SC, Anna Júlia Rodrigues, e do vereador Arlindo Rincos.

A indignação é latente contra a administração, diante do corte de direitos e dos constantes ataques do prefeito aos servidores e ao serviço público de maneira geral. Muitas manifestações deixaram claro este sentimento. Entre as ações aprovadas durante a Assembleia está a distribuição de informativo, como resposta à nova edição da revista do prefeito que, em duas páginas, ataca frontalmente os servidores públicos, em relação ao número de atestados médicos (neste sentido, a administração nada fez pela melhoria da saúde e de trabalho) e o comparativo entre a categoria e os demais trabalhadores da iniciativa privada, como se os servidores públicos fossem uma casta de privilegiados.

A convocação para que a categoria participe da Audiência Pública que vai debater a LDO/LOA (Lei de Diretrizes Orçamentárias e Lei Orçamentária Anual), às 19h30min desta quinta-feira, dia 29 de março, na Câmara de Vereadores, e marque presença nas sucessivas sessões do Legislativo, a partir de agora, para acompanhar a análise e votação do projeto de lei que estabelece o reajuste salarial foram outros encaminhamentos da Assembleia. Na audiência concedida ao Sinsep, no dia 23 de março, o secretário de Administração e Finanças, Argos Burgaardt, sugeriu que a categoria “não crie expectativa” porque a proposta não será melhorada.

Aplicativo Sinsep

Ao final da Assembleia, o Sinsep apresentou aos servidores presentes o novo Aplicativo Sinsep para celular, que pode ser acessado através do Google Play. Nesta ferramenta de comunicação estão disponíveis todas as informações institucionais do Sindicato (nominata da diretoria, história, horário de funcionamento) e da vida funcional dos servidores, como o Estatuto. No aplicativo é possível interagir com o Sinsep através do WhatsApp, telefone, e-mail, efetuar a sindicalização, além de conferir toda a relação de convênios médicos, odontológicos, laboratoriais, em lojas do comércio de Jaraguá do Sul e Região.