Servidores públicos e dirigentes sindicais dos trabalhadores de Jaraguá do Sul e Região prestigiaram a solenidade de abertura da subsede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsep), em Guaramirim, na noite do dia 11 de abril. “Este é o segundo maior município de nossa região, esperamos que este espaço seja ocupado pela categoria, a partir de agora”, discursou o presidente do Sindicato, Luiz Cezar Schorner. Localizada à rua Irineu Vilela Veiga, sala 4 (ao lado do Sine, centro), a subsede deverá atender às terças-feiras, das 8h às 11h30min e às quintas-feiras, das 13h30 às 17h, em princípio. “Dependendo da dinâmica, poderemos aumentar os dias de atendimento”, adianta Luiz Cezar.

Guaramirim possui aproximadamente 1.000 servidores municipais e quatro deles são diretores do Sinsep: Laura Odázia de Oliveira, Maria do Nascimento Isidoro, Gerson Oreste Venturi e Rosária Maria Gonçalves Leonardo. “Que a gente possa filiar mais servidores e nos aproximar ainda mais da categoria que representamos”, falou a diretora Laura Odázia. O Sinsep negocia com a administração municipal a liberação de um diretor para atendimento exclusivo aos servidores. Não haverá plantão jurídico, mas três advogados – dois na área trabalhista e uma na área previdenciária – poderão se deslocar até a subsede, em caso de necessidade.

A agente comunitária de Saúde, Zilma Nascimento, valoriza a abertura da subsede devido à proximidade maior do Sindicato com os servidores de Guaramirim: “Agora está em casa”, disse. “Tenho visto que o Sinsep está lado a lado com o servidor público e espero que isso continue. Quanto à mobilização, ao trabalho, sei que eles têm capacidade suficiente para liderar isso”. A vice-presidente do Sindicato, Neiva Fracasso, adiantou que “o Servidor pode esperar um trabalho mais próximo, mais fácil, pois não precisará mais se deslocar até Jaraguá do Sul”, lembrando que “dentro de uns dois meses as próprias rescisões começarão a ser feitas na subsede”. Já a diretora Maria Isidoro Nascimento lembra que “cada dia que passa o servidor apresenta mais dificuldades em relação ao trabalho, ao próprio salário, e a subsede veio no momento certo”.

Campanha Salarial

Os servidores da Guaramirim estão em estado de greve. Conforme decisão da Assembleia realizada dia 31 de março, a categoria reivindica ainda 2,94% de aumento real de salário (contemplando um total de 8,32% – que é o índice fixado pela Lei do Piso Nacional do Magistério) e reajuste do auxílio alimentação para R$ 450,00 por mês. “Os servidores não aceitaram somente a reposição da inflação, concedida pela administração. Esperamos que o prefeito abra um canal de negociação e que resulte em ganho real para os servidores e o Sinsep está empenhado para que isso aconteça”.