Escolha uma Página

Antídio Lunelli não dá a mínima para a diferença entre o público e o privado, lançando mão da prerrogativa de prefeito para dispor do trabalho do servidor público ao seu bel prazer. Mesmo que seja para benefício de uma entidade empresarial privada, como a Acijs (Associação Comercial e Industrial de Jaraguá do Sul). No Extrato de Convênio publicado no Jornal dos Municípios, edição 2287, de 3 de julho de 2017, o prefeito teve o desplante de ceder servidores para a Acijs, sem ônus para a entidade privada. O convênio, imoral, vai até o dia 31 de dezembro de 2020. Quem está contente com isso é o patrão da Acijs, Guiliano Donini, que assina o Convênio junto com Antídio Lunelli. Enquanto isso, a cidade sofre a precariedade e o abandono da atual administração para com o serviço e o servidor público.

Pin It on Pinterest