Escolha uma Página

O resultado do Laudo Técnico de Adicional de Insalubridade a que os servidores públicos  municipais de Corupá estão expostos apontou a existência de graus máximo e médio em várias funções/cargos da administração. A perícia refere-se à Ação RTOrd 0010565-02.2015.5.12.0046 e detectou insalubridade em grau máximo para auxiliares de serviços gerais e de grau médio para os servidores que executam trabalho braçal, jardineiro, motorista da área de Saúde, coveiro e auxiliar de manutenção e conservação.

Apenas para a função de merendeira a perícia considerou a atividade salubre mas o assessor jurídico do Sinsep, advogado Luiz Henrique Ortiz Ortiz adianta que a entidade deve se manifestar novamente, requerendo o pagamento de insalubridade também àquelas servidoras, “entendendo que as mesmas possam estar expostas a algum agente morbígeno” (insalubre). A Justiça ainda não abriu prazo para manifestação tanto do Sinsep, quanto do Município.

Pin It on Pinterest