Escolha uma Página

Sinsep vai entrar na Justiça pela reposição anual de salário à categoria

O prefeito Antídio Lunelli não tem qualquer proposta de reajuste salarial para os servidores públicos municipais de Jaraguá do Sul. O anúncio foi reiterado na tarde de hoje (23) pelo secretário de Administração e Finanças, Argos Burgardt, durante a segunda rodada de negociação da pauta de reivindicações da categoria, novamente sem a presença do prefeito. Diante disso, a assessoria jurídica do Sindicato vai ingressar com ação para tentar resgatar as perdas salariais dos servidores com a inflação dos últimos 12 meses, de 4,57%. Data-base da categoria é 1º de abril.
“A prática deste governo difere da teoria, quando fala em crise econômica. O município continua contratando cargos comissionados, concedendo funções gratificadas e o secretário justifica que a administração precisa dar a cara dela”, critica o presidente do Sinsep, Luiz Cezar Schorner. “É a cara da perseguição política e ideológica contra os servidores, que já perderam o vale alimentação e ainda não têm perspectivas do reajuste salarial”, completa Luiz. Além do presidente do Sinsep, participaram da audiência com o secretário Argos as diretoras Neiva Fracasso, Idinei Petry e Julie Marchetti Poglia. O Sinsep já ingressou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra a Lei que alterou a forma de concessão do vale alimentação dos servidores.
“Jaraguá do Sul é motivo de piadas e um vexame perante os demais municípios da nossa região, que já concederam pelo menos a inflação aos salários”, disse Idinei. “Os servidores estão desmotivados e doentes com tudo o que já enfrentaram neste ano. Vai demorar para a administração reconquistar a confiança da categoria”, emendou Neiva. “Como esta administração pretende conduzir o mandato se o servidor não tem a mínima valorização?”, indagou a vice-presidente Julie.

Pin It on Pinterest